Olá Queridos !!!

Segue mais um resumo de um livro sobre missões.
Aqui vimos como é necessário o conhecimento da cultura para uma maior eficiência do compartilhar do evangelho.
Para diferentes culturas se deve usar diferentes métodos, assim como aprender cada cultura antes de evangelizar.
O que é normal para uma cultura muitas vezes é uma ofensa para outra.

  • A palavra comunicação vem do Latim Communis que significa COMUM.
  • Processo de comunicação.
    CrossCultural1
  • O método do comunicador deve ser de acordo com quem está ouvindo. É necessário que exista algo em comum entre comunicador e quem está ouvindo. Essa será a codificação usada, tanto para falar quanto para receber.
  • Para uma comunicação ser eficiente, é necessário conhecer a cultura (ou o código) de quem está ouvindo, pois essa é a forma que ele irá receber e entender a mensagem.
  • Dentro do processo de comunicação temos o pregador, a cultura deste, a mensagem que ele quer passar, a ouvinte e a sua cultura. Tanto a cultura de quem fala como a cultura de quem ouve são o segredo neste caso. Se eles não estão alinhados, quem recebe a mensagem não vai entender. Por esse motivo é tão necessário que o comunicador conheça a cultura para quem ele está comunicando.
  • Um problema que podemos ter são os “barulhos” em uma comunicação, que irão fazer quem está ouvindo não querer mais ouvir o que você está falando. Podem ser barulhos, como sons do ambiente, ou pode ser um problema do comunicador não estar falando “a mesma língua” de acordo com quem está ouvindo.
  • O missionário precisa interpretar as escrituras verificar como irá tesmunha-las da forma que a cultura que está recebendo irá as recebe-la da melhor forma possível. Por exemplo, para certas culturas traição é honra, que significa que Judas foi um grande homem para eles.
  • Passos para viver em uma diferente cultura:
    • Ir ao Povo
    • Viver com este Povo
    • Aprender com este Povo
    • Servir o Povo
    • Planejar com eles
    • Comece com aquilo que eles sabem
    • Construa com aquilo que eles tem
    • Ensine participando
    • Aprenda fazendo
    • Ensine mostrando
  • Princípios que devem guiar os missionários transculturais:
  1. É a vontade de Deus (Mt 28:19) que todo homem, língua e nação tenha oportunidade de ouvir sobre a salvação através de Jesus, se arrepender, acreditar e ser salvo.
  2. As autoridades do governo são ordenados por Deus, independentemente de terem ou não reconhecido o senhorio de Jesus.
  3. Quando as leis de Deus e as leis dos homem tem conflito, os cristãos são OBRIGADOS a obedecer as leis de Deus ao invés das dos homens. Ex: Negar o Senhorio de Jesus.