Você já imaginou uma empresa de 1000 funcionários sendo todos eles operários? Quem irá vender os produtos? Quem irá comprar a matéria prima? Quem irá resolver os problemas pessoais entre eles? Quem irá definir quais serão as futuras metas a atingir?
Por este motivo, assim como uma empresa precisa de lideranças para a estrutura como um todo, a igreja também. Porém, no ministério do Senhor, a liderança deveria começar pelo chamado do Senhor e não pelas nossas próprias vontades de servir aqui ou ali. Não somos nós que escolhemos onde serviremos, mas o Senhor. José foi chamado para um ministério de administração (Genesis 41), Moisés foi para a liderança (Êxodo 3), ou Paulo como evangelista (2Co 9:22). Cada um possui o seu chamado específico, ou seja cada um possui um chamado diferente, pois Deus precisa de trabalhadores em todas as áreas, como um todo (como uma empresa), para o Reino do Senhor crescer e mais pessoas serem alcançadas para Jesus.
Uma das principais questões que existem e talvez a principal, é que Deus quer líderes que sejam submissos aos Seus propósitos e Seus direcionamentos. Deus não precisa de pessoas com qualificações prévias, mas sim de pessoas que desejam serem transformadas por Ele.
O chamado normalmente vem antes do preparo ou da qualificação do indivíduo, pois a capacitação do líder depende de Deus.
Por este motivo é que os lideres de destaque na Bíblia foram aqueles que não tinham ‘currículo’ prévio. Davi não era soldado, Moisés não era uma pessoa considerada líder, assim como Paulo não era evangelista. Com isso, as qualificações são necessárias, porém elas não podem atrapalhar os objetivos que Deus tem para você. Paulo poderia ter sido sempre considerado o melhor cobrador de impostos, mas ele se esvaziou de si mesmo para assumir o seu chamado. Sendo assim, o que mais importa na liderança não são as qualificações pessoais, mas a garantia da presença de Deus, pois é ela quem nos garantirá sucesso em todas as batalhas e desafios.
Sendo assim, essa frase resume perfeitamente a questão da capacitação do líder: “O elemento crucial da capacitação é a presença de Deus. A partir de um esvaziamento de si próprio, o indivíduo pode entender que deve depender da presença de Deus.”
Segue 5 elementos característicos do chamado à liderança:
  • Luta ou Conflito
    • Em geral, quando recebemos o chamado, reagimos de diversas formas, como dialogando, refletindo e até tentando fugir. Muitas vezes temos medo ou insegurança. Mas diante dessas lutas, Deus permite compreendermos o propósito da tarefa ou missão que está diante de nós.
    • Pode haver uma situação de conflito entre o chamado e o senso pessoal de incapacidade ou inabilidade de assumir o chamado.
    • Você pode reagir ao chamado que tem de diversas maneiras: dialogando com irmãos, refletindo e, no caso de Jonas, tentando fugir.
  • Capacitação
    • A Capacitação para um líder é uma das chaves do sucesso, porém, Deus não chama os capazes, mas capacita os que são chamados.
    • Os lideres de destaque na Bíblia foram aqueles que, de fato, não tinham um “currículo” para mostrar.
    • O elemento crucial da capacitação é a presença de Deus. A partir de um esvaziamento das suas qualidades humanas, o individuo pode entender que deve depender da presença de Deus. Lembramos da garantia que Jesus deu aos discípulos: “estarei convosco até a consumação dos séculos”.
    • É preciso reiterar que isso não é uma justificativa para não se preparar, pelo contrário, esses líderes também foram preparados, mas a sua confiança estava em Deus, e não no seu preparo.
  • Objetivo
    • Todo o chamado deve ter um objetivo definido e concreto.
    • Muitas vezes Deus primeiro chama, como foi o exemplo de Abraão, para depois mostrar o motivo do chamado. Dessa forma, precisamos orar para que o Senhor revele o por que Ele o chamou.
    • Deus chama pessoas para uma obra específica.
    • Alguns são tão específicos, que o individuo é “dispensado” depois de realizar seu chamado.
    • Normalmente, o objetivo é explicitado no chamado, mas algumas vezes não é. No caso de Abraão, por exemplo, Deus chama ele para “sair da tua terra…para uma terra que te mostrarei” (Gn 12.1).
    • Se por um acaso você está vendo uma área da sua igreja que está deficiente e que você realmente acredita que algo precisaria ser feito, é por que você teve a sensibilidade e percebeu essa necessidade. Provavelmente, é um sinal de que Deus está chamando VOCÊ para esta tarefa.
  • Prova
    • Depois que o chamado é aceito, Deus poderá testa-lo para ver se você irá conseguir exercer a atividade que Deus preparou para você, sendo guiado e sendo submisso ao Senhor.
    • Uma das principais provas é a submissão. Não importa o que aconteça, você deve ser submisso ao Senhor no que diz respeito as provações que virão.
  • Dependência de Deus
    • Creio que todo líder deve ser dependente de Deus. Sem essa dependência, seremos apenas seres humanos exercendo um papel de líder, e não um chamado ou promessa de Deus.
    • O líder não é autoridade absoluta, pelo contrário, ele deve sempre viver sob a orientação de Deus.
Um líder precisa ter algumas qualidades. Antes disso, lembremos que existe uma diferença entre qualidades e qualificação:
  • Qualidade: Algo que você nasce com ela. Ex: Você nasce simpático.
  • Qualificação: Algo que você aprende. Ex: Você aprende a ser médico.
Ambas você pode pedir ao Senhor para que Ele desenvolva em você, qualidades e qualificações, que você não tenha ou que você tenha problemas em alguma.
Sendo assim, segue algumas qualidades que alguns lideres precisam ter:
  • ter ideais.
  • ter visão.
  • ter competência.
  • ter iniciativa.
  • ser sereno (a).
  • ser seguro (a).
  • ter confiança.
  • ter simpatia.
  • ser autêntico (a).
  • ser comunicativo (a).
  • ser equilibrado (a).
  • ter boa reputação.
  • ter cheio do Espírito Santo.
  • ter sabedoria.
O chamado tem diversas formas:
  • Aparição (Ex 19:18).
  • Visão.
  • Palavra.
  • Por meio de um sacerdote.
  • Palavra profética (1Rs 11.29-31; 12.15).
Segue alguns tipos de chamado:
  • Abraão: Para ser pai de uma nação.
  • José: Para ser administrador dos alimentos do povo.
  • Moises: Para ser libertador e legislador.
  • Profetas: Para denunciar o pecado e proclamar a esperança.
  • Davi: Para governar a nação.
  • Levitas: Para os serviços no templo.
Que possamos ser líderes com um claro objetivo, não buscando objetivos pessoais, mas seguindo à obediência da vontade de Deus.